logo_redes1.png

PROJETOS

  1. Histórico e experiência acumulada no desenvolvimento de ações de assessoria e consultoria nas áreas: economia solidária; desenvolvimento local e territorial; trabalho e emprego; desenvolvimento social ou econômico.

 

  1. Convênio com SEBRAE-SP - Operacionalização e Funcionamento do Núcleo de Desenvolvimento Empresarial - INCUBADORA DE PENÁPOLIS: Convênio realizado com SEBRAE-SP para o Projeto "Operacionalização e Funcionamento do Núcleo de Desenvolvimento Empresarial - INCUBADORA DE PENÁPOLIS", no Município de Penapolis, Estado de São Paulo. O projeto visava promover o desenvolvimento econômico e social através do fomento de pequenos empreendimentos e empresas. Realizado em 2007.

                                                                                                                                       

  1. Contrato 015/2006/SMTRAB, Prefeitura do Município de São Paulo- Secretaria do Trabalho- SMTRAB: contrato realizado com Prefeitura para Qualificação Profissional do MÓDULO Específico do Projeto "Capacita Sampa”, que tinha como objetivo promover qualificação para encaminhamento dos beneficiários à vagas de emprego. Realizado em 2006.

 

  1. Contrato Nº 005/2006 SMTRAB - MTE/SPPE Nº071/2004/SDTS/SP- Prefeitura do Município de São Paulo- Secretaria Municipal do Trabalho- SMTRAB: contrato realizado com Prefeitura para execução de Ações de Qualificação Social e Profissional – QSP, visando promover qualificação para encaminhamento dos beneficiários à vagas de emprego. Realizado em 2006.

 

  1. Contrato Nº 03/2005 SMTRAB - MTE/SPPE Nº071/2004/SDTS/SP - Prefeitura do Município de  São Paulo- Secretaria de Desenvolvimento, Trabalho e Solidariedade: Contratação de Serviços Técnicos especializados para a execução das ações Qualificação Social e Profissional - QSP, visando promover qualificação para encaminhamento dos beneficiários à vagas de emprego. Realizado em 2005.

 

  1. TERMO DE PARCERIA Nº 001/2005 - Municipio de Santo André através da Prefeitura Municipal de Santo André/Secretaria de Desenvolvimento e Ação Regional/ Departamento de Geração de Trabalho e Renda: Pré -Incubação e incubação de empreendimentos populares, no âmbito do Programa Empreendedor Popular (PEP) da Prefeitura de Santo André, tendo como público alvo cidadãos e cidadãs provenientes das Áreas do Programa Santo André Mais Igual, dos cadastrados na Central de Trabalho e Renda (CTR) e dos cadastrados na Central de Trabalho e Renda (CTR) e dos cadastrados no Programa Bolsa Familia e outros encaminhamentos pela Secretaria de Desenvolvimento e Ação Regional (SDAR)/ Departamento de Geração de Trabalho e Renda (DGTR), a partir de processo de sensibilização e/ou seleção por chamamento público. Realizado em 2005.


 

  1. Histórico e experiência acumulada na implantação ou assessoramento de projetos/convênios que envolvam redes e cadeias produtivas da economia solidária.

 

  1. Convênio MTE/SENAES Nº 702608/2008 – Neates/SP -Formação de Rede Nacional de Assistência Técnica através de Núcleos Estaduais de Assistência Técnica e Redes de Cooperação em Economia Solidária: Implantação de núcleo estadual de assistência técnica em economia solidária no Estado de São Paulo. Realizado entre 2008 e 2012.

 

  1. Convênio MTE/SENAES Nº22/2013 - Nº782757/2013 - REDES -Fortalecendo a Rede de Saúde e Economia Solidária do Estado de São Paulo: Construindo a Base de Assessoramento do Cooperativismo Social e Economia Solidária: Constituir a Base de Assessoramento de Economia Solidária e Cooperativismo Social da Rede de Saúde e ECOSOL do Estado de São Paulo, atuando de forma articulada com parceiros intersetoriais, na estruturação de arranjos produtivos solidários e construindo Portas de Saída as Políticas Sociais e de Saúde. Através, de atividades de assessorias técnicas, atividades de comercialização em Rede, formação e formalização dos empreendimentos econômicos solidários e redes. Realizado entre 2013 e 2017.

 

  1. Implementação e assessorias para redes e cadeias produtivas de Economia Solidária - Associação Inclui Mais – Rede Delícias da Vida – Culinária Solidária: realização de assessoramento para empreendimentos da Associação Inclui Mais - Rede Delícias da Vida – Culinária Solidária. Realizado em 2015 e 2016.

 

  1. Coordenadoria Regional de Saúde Sul (CRS-Sul, SMS/PMSP) e Redinha Sul: realização de assessoramento para empreendimentos da Redinha Sul, em parceria com a Coordenadoria Regional de Saúde Sul. Realizado entre 2014 e 2016.

 

  1. Centro de Convivência e Cooperativismo de Jundiaí – Prefeitura de Jundiaí e Redinha Jundiaí: realização de assessoramento para empreendimentos da Redinha Jundiaí, em parceria com o CECCO. Realizado entre 2016 e 2017.

     
  1. Produção documental e bibliográfica relativa a: sistematização de processos de assessoria e consultoria para empreendimentos econômicos solidários e redes de cooperação; planejamento de empreendimentos, cadeias produtivas e demais arranjos econômicos de produção, comercialização e consumo.

 

  1. Caderno Formativo – Cooperativismo e Autogestão – parceria com a IPEPS Santo André (Incubadora Pública de Economia Popular e Solidária): caderno formativo no formato de apostila que aborda os seguintes tópicos: MÓDULO I: COOPERATIVISMO; MÓDULO II:.ESTRUTURA ORGANIZATIVA DA COOPERATIVA; MÓDULO III: ASPECTOS LEGAIS DO COOPERATIVISMO; MÓDULO IV:. CONCEITO E ASPECTOS PRÁTICOS DA AUTOGESTÃO; MÓDULO V: RELAÇÕES HUMANAS E AUTOGESTÃO. Realizado em 2007.

 

  1. Caderno Formativo – Introdução a Economia Solidária e Desenvolvimento Local – parceria com a IPEPS Santo André (Incubadora Pública de Economia Popular e Solidária): caderno formativo no formato de apostila que aborda os seguintes tópicos: MÓDULO I: Globalização e economia solidária; MÓDULO II: As diferentes formas de manifestação da economia solidária; MÓDULO III: Redes solidárias; MÓDULO IV: Desenvolvimento local sustentável. Realizado em 2007.

 

  1. Caderno Formativo – Noções básicas de Gestão de Cooperativas – parceria com a IPEPS Santo André (Incubadora Pública de Economia Popular e Solidária): caderno formativo no formato de apostila que aborda os seguintes tópicos: MÓDULO I: GESTÃO ADMINISTRATIVA; MÓDULO II; OBRIGAÇÕES DO EMPREENDIMENTO; MÓDULO III: INSTRUMENTOS FINANCEIROS E CONTÁBEIS; MÓDULO IV:. GESTÃO FINANCEIRA. Realizado em 2007.

 

  1. Caderno Formativo – Noções básicas de Gestão – parceria com a IPEPS Santo André (Incubadora Pública de Economia Popular e Solidária): caderno formativo no formato de apostila que aborda os seguintes tópicos: MÓDULO I: GESTÃO ADMINISTRATIVA; MÓDULO III: INSTRUMENTOS FINANCEIROS E CONTÁBEIS; MÓDULO IV:. GESTÃO FINANCEIRA. Realizado em 2007.

 

  1. Caderno Formativo – Projeto de Empreendimento: Manual de Elaboração – parceria com a IPEPS Santo André (Incubadora Pública de Economia Popular e Solidária): caderno formativo no formato de apostila que aborda os seguintes tópicos: MÓDULO I: A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO E DO PROJETO; MÓDULO II: ASPECTOS ECONÔMICOS E TÉCNICOS DE UM PROJETO; MÓDULO III: ASPECTOS FINANCEIROS DE UM PROJETO; MÓDULO IV: ANÁLISE DE VIABILIDADE. Realizado em 2007.

 

  1. Caderno Formativo – Manual de Formalização – parceria com a IPEPS Santo André (Incubadora Pública de Economia Popular e Solidária): caderno formativo no formato de apostila que aborda os seguintes tópicos: EMPRESA INDIVIDUAL (EMPRESÁRIO); SOCIEDADE EMPRESÁRIA LIMITADA; SOCIEDADE COOPERATIVA; PASSOS DA FORMALIZAÇÃO. Realizado em 2007.

 

 

  1. Experiência comprovada na execução e gestão de projetos, convênios, termos de parceria, contratos de repasses e similares com órgãos do poder público e executores de políticas de trabalho e renda ou de economia solidária, quando existir, e com organizações reconhecidas de economia solidária, nos últimos três anos.

 

  1. Convênio MTE/SENAES Nº22/2013 - Nº782757/2013 - REDES -Fortalecendo a Rede de Saúde e Economia Solidária do Estado de São Paulo: Construindo a Base de Assessoramento do Cooperativismo Social e Economia Solidária: Constituir a Base de Assessoramento de Economia Solidária e Cooperativismo Social da Rede de Saúde e ECOSOL do Estado de São Paulo, atuando de forma articulada com parceiros intersetoriais, na estruturação de arranjos produtivos solidários e construindo Portas de Saída as Políticas Sociais e de Saúde. Através, de atividades de assessorias técnicas, atividades de comercialização em Rede, formação e formalização dos empreendimentos econômicos solidários e redes. Realizado entre 2013 e 2017.

 

  1. Termo de Parceria MTE/ SENAES - Nº 723794/2009 - Pronasci - MTE/SENAES - Economia Solidária como Estratégia de Prevenção à Violência: Desenvolver ações de Economia Solidária como prevenção à violência e instrumento de geração de trabalho e renda nas comunidades em situação de vulnerabilidade social e submetidas a situações de violência e criminalidade de 13 municípios do Estado de São Paulo de abrangência do edital. Priorizando jovens cumprindo pena em regime semi-aberto, aberto e condicional - bem como seus familiares - difundindo a Cultura de Paz a partir da promoção do Desenvolvimento Local Sustentável Solidário. Realizado entre 2009 e 2014.

 

  1. Projeto “Formalizar É Legal” – Instituto Integra e Cáritas Arquidioscena de São Paulo e outras organizações: projeto com o objetivo de promover a formalização de empreendimentos e pequenos negócios, especialmente localizados em periferias e subúrbios. Realizado no ano de 2016 numa parceria com a Cáritas Arquidioscena de São Paulo e outras organizações.

 

  1. Projeto “Multiplicação do Novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil – MROSC” – Instituto Integra e parceiros: projeto com o objetivo de realizar formações gratuitas para empreendimentos, cooperativas, associações e demais entidades da sociedade civil e poder público sobre o Novo Marco Regulatório. Os cursos foram realizados em parceria com diversas organizações e gestores públicos, tais como: SENAC, Superintendência Regional do Trabalho – Seção de Economia Solidária (SRTE/SP), Cáritas Brasileira – Regional São Paulo e Instituto Rogacionistas, entre junho de 2016 e junho de 2017.

 

  1. Execução e gestão de parceria com Coordenadoria Regional de Saúde Sul (CRS-Sul, SMS/PMSP) em prol da Redinha Sul, da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária, visando assessorar e implementar redes e cadeias produtivas. Realizado entre 2014 e 2016.

 

  1. Execução e gestão de parceria com Centro de Convivência e Cooperativismo de Jundiaí – Prefeitura de Jundiaí em prol da Redinha Jundiaí: da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária, visando assessorar e implementar redes e cadeias produtivas. Realizado entre 2016 e 2017.

 

  1. Relações institucionais com órgãos do poder público e com organizações reconhecidas de economia solidária e de comércio justo e solidário.

 

  1. Cáritas Brasileira - Regional São Paulo: relações instituicionais desde 2014 com instituição reconhecidamente promotora de economia solidária e desenvolvimento socioeconômico, através de projetos realizados em conjunto, tais como: cursos de formação do MROSC; atendimento à empreendimentos; projeto “Formalizar É Legal”; etc.

 

  1. Centro de Referência de Cooperativismo e Associativismo - CRCA: relações instituicionais desde 2015 com institução reconhecidamente promotora de economia solidária na Região de Campinas, através de projetos realizados em conjunto, tais como: assessoramento a empreendimentos solidários; etc.

 

  1. Superintendência Regional do Trabalho de São Paulo (SRTE/SP): relações institucionais desde 2016 com instituição do poder público, através de parcerias em eventos e palestras, como o Curso de Formação sobre o Novo Marco Regulátório da Sociedade Civil, realizado em abril de 2017.

 

  1. Instituto Ecoar: relações instituicionais desde 2016 com instituição reconhecidamente promotora de economia solidária e desenvolvimento socioeconômico, através de projetos realizados em conjunto, tais como: assessoramento a empreendimentos solidários; etc.

 

  1. ITCP FURB: relações institucionais desde 2016 com instituição reconhecidamente promotora de economia solidária na cidade de Blumenau - SC. Relações institucionais através de ações realizadas com a Rede de Saúde Mental e Economia Solidária e a construção deste projeto.
  2. Centro de Convivência e Cooperativismo de Jundiaí – Prefeitura de Jundiaí: relações institucionais deste 2016 em prol da Redinha Jundiaí, no assessoramento e implementação de redes e cadeias produtivas.

 

  1. Coordenadoria Regional de Saúde Sul (CRS-Sul, SMS/PMSP): relações institucionais desde 2014 em parceria em prol da Redinha Sul, no assessoramento e implementação de redes e cadeias produtivas.

 

  1. Secretaria Municipal de Ação Social – Programa de Economia Solidária – Prefeitura de Rio Claro: relações institucionais desde 2013 em prol do Projeto Redes – Redes de Saúde Mental e Economia Solidária, para implementação da Redinha Rio Claro.