logo_redes1.png

BIBLIOTECA

5. Cartilha Multiplicadores do Comércio Justo e Solidário e Sistemas Participativos de Garantia

Esta cartilha é o registro de uma metodologia teórico prática para formação e divulgação dos princípios do Comércio Justo e Solidário e dos Sistemas Participativos de Garantia, realizada com a Rede de Saúde Mental e Economia Solidária e instituições parceiras. O desenvolvimento dessa metodologia visa fomentar o Sistema Nacional de Comércio Justo e Solidário, e foi construída e sistematizada durante o “Projeto Redes”, convênio com a SENAES/ MTE nº 782757/2013 e o Instituto Integra para o Desenvolvimento, com foco em fomentar a Rede de Saúde Mental e Economia Solidária.

4 A Era do Capital Improdutivo

O livro traz a síntese dos estudos que venho fazendo nos últimos anos sobre o sistema financeiro. Trabalho com dados e pesquisas recentes que demonstram a necessidade de regulação desse sistema. Não se trata de acabar com os bancos, mas de exigirmos processos regulatórios que controlem o imenso poder que hoje as corporações detêm. Um poder que, sem ser eleito, derruba democracias, impede que governos realizem políticas públicas, asfixia a capacidade de investimento das empresas nacionais e reduz drasticamente a renda das famílias e de cada um de nós. Um poder que se autofinancia por meio da especulação e se torna cada dia mais forte. Sua fragilidade, porém, é óbvia: trata-se de um capital improdutivo. Um sistema criado e fortalecido às custas de quem trabalha e efetivamente produz, cujo poder depende do desconhecimento da população que nada sabe sobre os mecanismos do sistema financeiro.

 

3.  Viver em São Paulo – Pesquisa Trabalho e Renda

A renda pessoal dos paulistanos se manteve estável nos últimos 12 meses, porém 37% da população apontam que o rendimento diminuiu. Esse é um dos resultados da pesquisa “Viver em São Paulo: trabalho e renda”, realizada pela Rede Nossa São Paulo e Ibope Inteligência.

 

2. Cooperativismo e Associativismo Social: trabalho coletivo que transforma vidas

Cartilha “Cooperativismo e Associativismo Social: trabalho coletivo que transforma vidas“. Essa cartilha foi construída à muitas mãos, contando com a parceria do Instituto Integra, no Projeto Redes, mas também de outras instituições e pessoas parceiras:  ABRASME – Associação Brasileira de Saúde Mental, Nexus Brasil, Nexus Emiglia Romana, Oslo Consultoria, Rede Design Possível, UNISOL São Paulo, Secretaria Nacional de Economia Solidária, Ministério do Trabalho e Governo Federal.

 

1. Catálogo dos empreendimentos da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária

Com mais de 100 empreendimentos da Rede de Saúde Mental e Economia Solidária, o Catálogo dos Empreendimentos conta com 30 categorias diferentes que organizam os empreendimentos por tipos de produtos e serviços que fazem, dentro das áreas de Artesanato, Alimentação e Serviços.